quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Sol em Escorpião: Osíris


                Escorpião é um signo intenso, forte e visceral como nenhum outro no zodíaco, intimamente ligado com a água e de certa forma com a terra já que lendas colocam que ele foi enviado por Gaia/Ártemis para punir o caçador Órion que estava prejudicando as matas e seus habitantes numa caça desenfreada e gananciosa.
                Neste contexto surge Osíris que em sua história foi soberano do Egito, justo e provedor, um bom rei para sua terra, mas a ganância e inveja de seu irmão Set o levou para uma jornada iniciática interessante, seu corpo foi partido em pedaços e a Deusa Ísis foi em busca de cada parte para integrá-lo novamente. Este é um arquétipo interessante para nosso momento histórico e social, a energia de Osíris sintoniza com a energia de Escorpião em vários aspectos: transformação, sexualidade, morte e renascimento, justiça. Hoje estamos vivendo uma fase que necessita de mudança extrema, com o avanço dos meios de comunicação não existe mais noticia que possa ser censurada, não existe mais justificativa para a alienação, não existem mais motivos para ficarmos parados, mas mesmo assim o fazemos. Preferimos ficar sentados na frente de nosso computador, checando compulsivamente e-mails e redes sociais, preferimos viver em nossa bolha de ilusões, assegurados por falsas iniciativas que nos confortam.
                Osíris nos convida a refletir sobre cada parte de nosso ser, a nos entregarmos aos poderes regenerativos da Grande Mãe, a nos tornarmos íntegros em nós mesmos, um processo doloroso já que envolve mudança, envolve sair da zona de conforto o que para surpresa de muitos pode ser bem desconfortável e isso gera medo, mas onde há medo há poder! Osíris é o Deus/Rei Sacrificado pelo bem de seu povo, é o grão que morre para se tornar planta, é a planta que morre para se tornar alimento, Osíris é a cheia do Nilo, a água que nutre a terra e por isso leva em consideração as necessidades primordiais da própria terra, seus ideais são guiados pela Deusa, representada por Ísis, sua missão é nutrir seu povo.
Osíris em sua relação com Ísis representa o processo de individuação que cada ser humano passa ao longo da vida, tanto homens quanto mulheres, no antigo Egito o cadáver, independente de ser feminino ou masculino, era identificado como sendo Osíris, o que marca um aspecto fundamental da psique humana, o Animus para as mulheres e a própria energia divina masculina dos homens. Osíris então se tornou dois, o senhor da vida, representado através da fertilidade dos campos e das terras do Egito e também senhor da morte, onde julgava e orientava o recém falecido em seu pós-vida e mais, Ísis e Osíris representam a polaridade energética da qual a vida se beneficia.
Na relação Osíris-Escorpião reflito sobre a necessidade de agirmos, a necessidade de mudança, não podemos mais ficar calados, consentindo com a violência e destruição que assola nosso mundo, nossa comunidade! Ser um bruxo, ser pagão é ser pró-ativo, é comprar a briga, é fazer a mudança acontecer! Quem cala consente!
                Está na hora de assumirmos o poder que temos, o verdadeiro poder. Está na hora de tomar partido das coisas que realmente importam, com integridade, com responsabilidade. É hora de abandonar nossas ânsias mesquinhas e egoístas para que possamos crescer juntos, em comunidade. É hora de sermos intensos, como todo bom escorpião.