terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O que não tem remédio, remediado está... A Torre!

As vezes é emocional, as vezes é físico, as vezes é aquele clarão espiritual... as vezes é a quebra de uma auto-imagem idealizada ou até a expectativa não cumprida... uma única certeza é a de que nunca, nunquinha é fácil, mas pode ser belo!


      “Uma semente é levada pelos ventos e gentilmente depositada ao chão onde descansa. Dela, uma árvore começa a brotar. Com o passar dos anos, esta árvore cresce – uma muda ingênua e frágil, brilhando com o verde da vida. E a roda gira – Grandiosa e frondosa ela cresce, rumo aos céus, desafiando o paraíso. E os anos correm – ela é a grandeza entre os grandes, cuidadosamente esculpida em tronco vivo e verdes folhas, uma obra-prima natural!
Os pássaros nela fazem ninhos, em galhos acolhedores, alegres e cantando, cheios de músicas inspiradas pelo calor do sol e pelo uivar dos ventos e pelo céu infinitamente azul. Homens e mulheres dormem sobre suas raízes macias como veludo, tecendo sonhos e visões de águas correntes, frescas, pães recém-assados e lares construídos.  Mesmo nos mais rigorosos invernos, suas folhagens, galhos e raízes, tão espessas que se tornam o abrigo perfeito para qualquer viajante, homem ou besta – Um paraíso para qualquer um que passar despercebido. 
E o tempo corre, a roda gira – e ela esteve aqui, desde sempre, assentada e enraizada profundamente na terra.  Seus galhos tocam a abóboda celeste, varrendo estrelas do céu e embalando a lua em constante mutação, suas raízes mergulham no solo, passando por água, lama e magma, envolvendo o centro pulsante da terra, o coração da Grande Mãe que é envolvido pela escuridão da terra. E então, com uma volta inconstante, tão facilmente quanto enfeitou-se a árvore com múltiplas bênçãos, Natureza rescinde seu dom. Uma lança é terrivelmente jogada do céu. O que levou séculos para ser cultivado, incentivado desde uma pequena semente é destruído em um instante, em uma beleza mortal de faíscas e brasas.

A árvore é cortada ao meio.
Queimando com um calor esbranquiçado.
Ela é feita em pedaços.
E a terra treme com a violência do Golpe.”
Stephanie Pui-mun Law e Barbara Moore – The Shadowscapes Tarot, The Tower.

E com A Estrela: Férias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário