terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Aguando o Vinho, práticas com a Temperança.


Temperança, sempre achei esse Arcano meio sem sal acredita? Não conseguia captar a mensagem de ser moderado ou mesmo de saber medir ações e blá blá blá, existe algo em mim que gosta de ser impulsivo, desregrado e inconsequente. Temperança é para os anjos, como aquele que fica jogando água de um copo para o outro.... e eu não sou um, sou um ser humano!

Uma vez a cada lua azul esse Eu bad boy vem a tona, sigo a risca o lema "meninos bons vão para o céu, os meninos maus vão para onde querem..." e bem, sincronicidade ou não, na minha semana da temperança eu resolvi soltar os freios e pisar no acelerador! Resultado? Aprendi um pouco mais sobre este Arcano!
Minha idéia inicial era cozinhar para trabalhar com esta carta, afinal de contas Temperança, temperos, dosar, cozinhar tem tudo a ver com essa energia. Pensei, pensei e vi que podia ser melhor! Já que tem um Anjo trocando água de copos, resolvi preparar uns "Bons Drink"! Foi um baile de Green Dragon, Sex on the Beach, Marguerita e claro os tradicionais: Tequila (Black e Oro) e muito Absinto! Incorporei a energia Sagitariana e resolvi me aventurar, curtir a festa com meus grandes amigos sem preocupações!
Acontece que eu, obviamente (e claramente, contando o numero e drinks que eu tomei) passei way over meus limites! Foi divertido, as partes que eu lembro...
Acontece que eu tirei grandes lições sobre saber "temperar" meu comportamento, sobre beber com moderação e sobre como é importante reconhecer meus limites! Temperança tem um pouco disto, de aguar o vinho, de ir com calma, saber o momento certo de cada coisa, é Sagitário, aquele com a mira precisa, aquele que balanceia sua metade animal com a metade humana. A Temperança ainda me lembra muito comida, mas isso já tá batido! Então vou lançar a receita de Marguerita, por que o certo não é deixar de beber e sim beber com moderação!


Marguerita:
Esfregue a fatia de limão na borda de uma taça, coloque sal espalhado em um prato e encoste a borda da taça no prato para fazer a crosta de sal na taça. Coloque em uma coqueteleira o suco de limão, licor, tequila e cubos de gelo. Agite bem e despeje na taça eliminando as pedras de gelo.
Voilá
Aproveitem!

4 comentários:

  1. Existe moderação para Sagitário??? hahaha acho que é difícil, mas sobre a Temperança posso te afirmar q também achava ela sem graça até que fiz um mergulho nela recentemente e descobri nelas qualidades e aspectos q nunca tinha notado.Ser boa e má aou mesmo tempo, ser forte e suave ao mesmo tempo Doença e Cura..
    Amo seu blog e seus textos Bruno!

    ResponderExcluir
  2. engraçado, mas minha visão da Temperança nunca foi assim. E apesar da ligação um tanto quanto óbvia com a comida, sempre vejo esse arcano mais ligado á ações. Pra mim, Temperança é uma sabedoria inata, de saber dosar, para mais ou para menos, sem precisar de medidas, apenas com aquela intuição de saber onde devo colocar o mais ou o menos para obter os melhores resultados. Sabe aquela coisa de medir todos os ingredientes 'só de olho'? É isso que me lembra esse arcano. Não consigo ver a Temperança como impondo rédeas, mas como um bico dosador do que é preciso. Se quero me divertir, abro mais o dosador pra descer mais tequila. Se quero evitar a ressaca, abro menos. Acho que ela é um dosador para o MOMENTO, sem deixar de levar em consideração as doses para um maior resultado melhor.

    ResponderExcluir
  3. A temperança é sempre necessária, o limite, o equilíbrio, eu vivi uma época em que limites não estava no meu dicionário, hoje eu sempre procuro me manter equilibrado, é isso que me mantem focado e conectado, a própria terra nos ensina sobre equilíbrio. Eu vejo A Temperança como o arcano da ponderação, do limite, quando vejo o anjo passando água(sentimento) de uma taça(receptáculo)para outra, eu percebo que ele está equilibrando seus conteúdos, pois tudo o que transborda se perde.
    Mas como todo ser humano, a hora de deixar transbordar para renovar o conteúdo, ou só para extravasar é essencial, mas não pode ser regra, tipo o seu "bad boy" que bem a cada lua azul.
    Como diz um ditado, o bambu é flexível mas só enverga até certo ponto, se forçar demais ele se parte.

    ResponderExcluir
  4. No Tarot do Etteilla (o Livro de Thoth), é bem interessante reparar qual é o atributo da Temperança. Não são vasos.
    É um freio equestre. (A quem interessar possa, a imagem tá aqui:http://www.albideuter.de/assets/images/db_images/db_E1-_101.jpg)
    Frear-se diante do impulso primevo. Lançar-se apesar do medo. E caminhar na lâmina (da flecha?) que delimita essas duas coisas.
    Bacana demais essa tua vivência!!!

    ResponderExcluir